Memória em foco: Sandy & Junior, um fenômeno difícil de esquecer

A dupla Sandy & Junior  iniciou as atividades no final da década de 80, com aparições em programas de TV da época. A primeira apresentação pública, aconteceu no programa “Som Brasil”, da Globo, apresentado por Lima Duarte. A clássica “Maria Chiquinha” foi a primeira canção cantada pela pequena dupla (até então) sertaneja.

De lá pra cá foram 17 anos de carreira (até o hiato, em 2007), milhões de CD’s e DVD’s vendidos, centenas de aparições em programas de TV, milhares de shows pelo Brasil, 4 anos do seriado “Sandy & Junior” na Globo, apresentação no Rock in Rio, Maracanã e por aí vai…

sandy-e-junior-em-2000
Os irmãos no auge da carreira, em 2001. Créditos: Site oficial

A dupla foi a maior fenômeno Pop que o Brasil já teve, é difícil até para os irmãos dimensionarem o tamanho do sucesso. Mas nem tudo são flores, durante a carreira de Sandy e Junior, muito se especulou sobre uma separação da dupla, desmentida constantemente. Os boatos foram tomando força em meados de 2003, após os irmãos começarem a se apresentar em projetos paralelos. O irmão de Sandy quis sair da sombra da musa, passou a assinar como Junior Lima, e assumiu a bateria da banda Soul Funk, tocando todas as semanas numa casa de shows de SP. Já a princesa do Pop, passou a voar também sozinha. Sandy iniciou apresentações pelo país cantando MPB e música erudita, num projeto inédito intitulado “Simplesmente Sandy”. Em 17 de abril de 2007, eles convocaram a imprensa para anunciar uma grande notícia: a dupla Sandy e Junior se despediria dos palcos no final daquele ano. O comunicado também foi feito em tempo real pela internet, foi divulgado um vídeo no site oficial no momento da coletiva contando a “novidade” aos fãs.

A notícia da separação pegou muita gente de surpresa, os fãs não queriam aceitar. Mas com o passar do tempo, a dupla recebeu o apoio dos fãs, durante aquele ano. Sandy & Junior fizeram uma série de shows se despedindo do público.

De lá pra cá se passaram 12 anos (parece que foi ontem, né?). Sandy, após a separação da dupla, deu um rumo diferente na carreira, passando a fazer shows mais intimistas e uma música menos popular, mas sempre com uma legião imensa de fãs. Junior Lima participou da banda Nove Mil Anjos, que não durou muito, e atualmente toca um projeto de música chamado Maminal, onde se apresenta em casa de shows pelo país.

Mesmo com carreiras bem-sucedidas, os fãs sempre pediam aos irmãos uma volta, mesmo que temporária. Pois bem, tanto que pediram, foram (fomos) atendidos. Os irmãos desde o começo do ano vêm dando dicas de algo está para acontecer. Trocaram posts no Instagram, instigaram o público com pistas… mas calma! A confirmação de uma turnê está para acontecer, Sandy & Junior convocaram para amanhã (13) uma coletiva de imprensa onde irão anunciar detalhes do projeto. O que sabemos (extraoficial) é que a dupla fará uma turnê para comemorar os 30 anos da parceria. A temporada de shows estaria agendada para percorrer 10 capitais, incluindo RJ, SP e BH. Agora é separar o cartão de crédito e se jogar nessa temporada de shows.

 

Por hoje é isso!

 

Anúncios

Memória em foco: 5 programas de TV que animaram sua infância

A programação infantil na TV, no anos 90 e 2000, era muito forte, em praticamente todas as emissoras, programas voltados para a criançada dominavam a televisão. O nosso “Memória em foco” vai relembrar cinco programas de TV infantis que marcaram época, vamos lá:

-Disney Club/CRUJ: O SBT tem por tradição em sua grade, uma boa porcentagem dela voltada para o público infantil, isso desde a sua criação, há mais de 30 anos. Quem era criança no final dos anos 90, com certeza se lembra do “Disney Cruj”, o programa que era apresentado por várias crianças de máscaras teve várias fases, a primeira de 97 a 2001 (Disney Club) e a segunda de 2001 a 2003 (Disney CRUJ). O infantil foi o primeiro fruto da parceria entre o SBT e a Walt Disney Company, onde eram exibidos vários desenhos, como “Timão e Pumba”; “Pateta”; “Mikey e Miney” e muitos outros.

disney

-Bambuluá: Quando resolveu sair do SBT e migrar para a Globo, Angélica ganhou o “Angel Mix”, o programa teve uma boa duração, permanecendo no ar de 97 até 2001, quando a loira ganhou a novelinha “Bambuluá”, que era exibida dentro da extinta “TV Globinho”. Na historinha, Angélica interpretava ela mesma; na cidade de Bambuluá, ela é cercada por uma gangue de motoqueiros e salva por um grupo de sete crianças super-heroínas, a partir daí se dá toda a trama, que foi ar de outubro de 2001 até dezembro de 2002. Foi o último programa infantil de Angélica, que após seu fim abandonou a carreira direcionada ao público infantojuvenil, sendo convidada a apresentar o quadro “Video Game”, do programa “Video Show”.

globo__angelica-e-crian_as-em-bambulu_-roberto-steinberger-tv-globo-princ__gallefull

-Sandy & Junior: Toda a criança dos anos 90/2000 era fã da dupla Sandy e Junior, em 1999 a Globo resolveu apostar no talento dos irmãos e lançou o seriado “Sandy & Junior”, a série era exibida aos domingos, e dominou as tardes globais de 1999 até 2003. A trama contava um pouco do dia a dia dos irmãos, em sua primeira fase, numa escola, onde os irmãos viviam dramas típicos de adolescentes, como o primeiro amor, desavenças com os pais, rotinas e trabalhos escolares… Em 2001, o programa ganha novos cenários, novos personagens e irmãos passam a ganhar mais maturidade, indo morar longe dos pais e vivendo outros conflitos. O elenco contou com nomes como Mariana Ximenes, Paulo Vilhena, Fernanda Paes Leme, Marcos Miom, Daniele Suziki e outros.

14145447296461_f

-Eliana e Alegria: Que Eliana começou no SBT e foi descoberta por Silvio Santos todo mundo sabe, mas em 1998 a loira resolveu dar um novo passo na carreira e se mudou de mala e cuia para a Rede Record, que naquela época era uma emissora considerada pequena e com poucos investimentos, porém, Eliana viu naquela chance, sua melhor oportunidade para deslanchar de vez na carreira, e deu certo. A frente do “Eliana & Alegria”, a loira se consolidou como um dos maiores nomes da TV. O programa batia de frente com Xuxa e Angélica, e em muitas ocasiões a loira da Record conseguiu desbancar as outras globais. O desenho “Pokémon” era um dos maiores trunfos de “Li”, que via na animação um de seus maiores picos no ibope. Eliana lançou a música “A Força do Metre” e bombou no Brasil inteiro, o hit é sucesso até hoje. Vem relembrar:

-Xuxa Park: Que Xuxa é a rainha dos baixinhos isso ninguém duvida, a loira consolidou seu nome como um dos maiores da TV brasileira, mesmo atualmente não estando em seu melhor momento da carreira e ter saído da Rede Globo, “Xu” sempre será a nossa musa maior da TV. Em seus vinte e poucos anos na Globo, Xuxa apresentou diversos programa, “Xou da Xuxa”, “Xuxa”, “Xuxa Park”, “Planeta Xuxa” e outros, o “Xuxa Park” foi ao ar de 1994 até 2001, quando ocorrei o trágico incêndio que feriram várias crianças, e foi extinto. O programa era exibido nas manhãs de sábados e obtinha grande êxito.

globo__xuxa-em-xuxa-park-tv-globo-2__gallefull

Por hoje é isso!